Por Frei Wilson Simão

No dia 12 de setembro, no regional São Paulo da CRB, o grupo do JUPIC, organizou um Seminário sobre Justiça, Paz e Integridade da Criação, onde os participantes foram convidados a reflexão, partilha e  articulação.

O seminário contou com a participação de religiosos e religiosas e leigos engajados nas questões sociais, ligadas ao serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação de suas entidades religiosas. Contamos também, com a presença do coordenador do regional da CRB, Padre Rubens Pedro – OMI, muito solícito com o grupo.

Destacamos três momentos que marcaram o seminário. Foi iniciado pelo mediador, frei João Xerri - OP, que apresentou um novo olhar do mundo e da igreja. Ele convidou os participantes a olharem esse novo paradigma que estamos vivendo enquanto igreja e mundo, até mesmo porque, as nossas as ações se dão no mundo.

Um outro momento bastante marcante foi o trabalho de grupos. Todos partilharam suas experiências e suas viviências de trabalho no campo do JPIC. Foi um momento de grade valia para todos. Os grupos fortaleceram suas experiências, enquanto irmãos e irmãs, que acreditam num mundo mais justo e fraterno.

Os painéis que houveram na parte da tarde - Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo -  apresentados pela ir. Alice Maria Duarte- ICM, da “Rede Um Grito Pela Vida”, levou os participantes a pensarem o desafio de como a vida religiosa pode assumir essa problemática. O painel sobre a questão indígena, apresentado pela ir. Lúcia Paloschi – Franciscana Catequista, que trabalha no Cimi-SP, trouxe a problemática dos povos indígenas no Brasil, de modo particular, os indígenas da região do Estado de Mato Grosso do Sul. Ela apresentou um panorama dos povos do estado de São Paulo e  da capital, que é um desafio muito grande porque  perdem suas culturas e costumes, diante das transformações culturais do mundo urbano em mudanças.

O seminário, de modo geral, foi muito bom para somarmos forças, partilhar e vivenciar algo que é muito próprio da Vida Religiosa: viver o Evangelho encarnado nas ações do Justiça, Paz e Integridade da Criação.