Palavras da CRB- SP de abertura Juninter 2015:

Introdução: Para nossa alegria, 2/3 do nosso documento “Perscrutai” para o Ano da Vida Consagrada relata a importância e a necessidade de uma Profética Vigilância em relação ao hoje da história que construímos na Igreja como Vida Religiosa. Mulheres e Homens convocados a viver segundo o Evangelho, perscrutando o futuro dentro das estruturas do mundo em que vivemos! Essa experiência dinâmica deve nos auxiliar a descobrir e valorizar a fragilidade de nossa experiência e ao mesmo tempo a poderosa energia nela contida O quadro geral é benéfico, celebrado em nosso favor e um olhar atento ao número 18, que trata das provocações do Papa no documento, podemos visualizar encorajadores desafios ainda não singrados.
Três elementos básicos espero destacar na Abertura desse primeiro Juninter de 2015, vinculados ao histórico momento no qual a maioria está vivendo, com o objetivo de balizar essa experiência positiva, enriquecedora e, sobretudo animadora para a continuidade do caminho na presença do Senhor:

1 - Não temam revisitar, à partir de tudo que lhe será aqui oferecido, sua experiência inicial e pessoal com o Deus que os e as convocou para uma entrega mais radical da sua vida em um projeto missionário de implantação do Reino. Deus é infinito a certamente vai revelando-se pausada e lentamente na experiência de todos os seus. Não se acomodem apenas com uma visão intuitiva, muitas vezes infantilizada, o conhecimento ou reconhecimento de empírico de Deus em suas vidas, a fim de que a ninguém ocorra empobrecer-se, desanimar-se ou tornar-se acomodado, em um universo particularista de fé ou numa relação virtual com o Senhor de todas as histórias.

2 - Vocês estão investindo naquilo que é certo, que é melhor e infinitamente mais importante nesse momento, sua formação e aprofundamento teológico-intelectual. Aprender de forma contínua e sistemática requer disciplina, vontade e motivação, uma vez que a sabedoria desejada como meta, vinculada ao futuro, requer especialmente no presente, um conhecimento coerente, íntegro e mais límpido possível de tudo, resultando em muitos benefícios. Não acreditem em um futuro menos desafiador que o presente, ou o passado em relação a homens e mulheres empenhados no progresso e na vivência da fé. O nosso sincero desejo é que aquelas adversidades sejam dirimidas também graças a sua real autonomia, conquistada pela solidez do conhecimento adquiridos e bom uso dele.

3 - Não tenham medo de pedir ajuda: Caros jovens a melhor maneira de corrigir uma ainda frágil construção é reforçando seus mais profundos alicerces, nada vale remendo novo em pano já envelhecido pela incoerência ( Mc 2,18-22), ou o vinho novo das verdades apresentadas, em odres apodrecidos precocemente pela arrogância e indisponibilidade de mudar. Tudo contribuirá para um bom encaminhamento daqueles e aquelas que buscam nos lugares certos, a desejada “água viva” para aliviar todas as sedes. Não temam percorrer as desafiadoras trilhas, entre trevas e luzes da vida para a construção de uma pessoa íntegra e verdadeiramente capacitada para toda boa obra, (2Tm3) porque se permitiu ouvir, compreender e praticar a Palavra do Senhor, tornando-se melhor e criando relacionamentos positivos capazes de fazer também a outros felizes.

Finalmente, peço em especial as orações de hoje e de amanhã pelos seus assessores (as), valiosos (as) e compromissados (as) com a realização do presente evento, que Deus nos Ilumine através da ação do Espírito Santo, e abençoe também a todas as equipes de organização, aos comprometidos membros da CRB/SP em suas distintas funções, e que a misericordiosa Graça do Senhor não nos falte jamais.

Pe. Rubens Pedro Cabral, omi. Coordenador CRB/SP