Antes de proclamar aberta, estabelecendo essa 51º Assembleia ordinária da CRB – Regional São Paulo, cumpro a agradável função de dar boas vindas a todas (os) especialmente ao Ir. Joaquim, representante da CRB Nacional, e valorizar aos que se empenharam em favor deste evento, bem como daquele que ocorrerá na próxima quarta feira. Não pretendo elencar muitos nomes, senão os da Consultora Taffer, das Irmãs Paulinas, a Editora Santuário, dos Padres Redentoristas  e da Axis, que nos beneficiaram com imprescindível auxílio, facilitando em muito a confecção do material, ora em suas mãos. Nossa imensa gratidão!
Creio ser do conhecimento geral que minhas relações com a sede do Regional São Paulo, sempre foi na linha das Assessorias, inclusive acompanhado pela querida Ir. Inês, presente aqui como provincial, proporcionando-me enorme crescimento. Minha participação anterior em núcleos restringiu-se ao tempo da generosa Irmã Geni, atualmente superiora geral, felizmente presente entre nós, ainda nos tempos da Diocese de Campo Limpo e nada além. Entretanto, a eleição para Coordenação em fevereiro obrigou-me a tomar contato e conhecimento mais profundo da caminhada e do bem que o Regional, os sete sub-regionais e os quarenta e sete núcleos atuais representam.

Além do evento de hoje, quero recordar outros passos da CRB/SP em seus 60 anos de existência. Procurando facilitar a reorganização dos arquivos internos, nos obrigamos a visitar atentamente o passado, o que encontramos? Uma atuação profética, transparente, generosa, absolutamente comprometida de indivíduos e instituições, sobretudo na ação do Pe. Edênio, e a Porticus, permitindo formação e a qualificação de centenas de religiosos e religiosas, quer para a dinâmica inicial desse processo, ou na formação continuada, gerações de pessoas hoje atuantes na Igreja, se beneficiaram com isso, e do processo de aquisição e organização de uma sede com estrutura e dignidade capaz de acolher importantes eventos.

Através do arquivo cuidadoso de milhares de fotos o que encontramos? Religiosos e religiosas comprometidos com a realidade na época para o bem e o futuro da Vida Religiosa Consagrada, impossível descrever seus alegres rostos, a presença maciça em eventos registrados em rico acervo visual, mais uma vez gerações nos precederam no desejo ardente de construir com dignidade uma CRB regional organizada, que representasse a concretização de muitos sonhos, viabilizando o bem e o futuro desse órgão representativo, hoje sob nossa responsabilidade.

Se as minhas palavras iniciais foram dirigidas aos colaboradores desse evento, engrandecendo os múltiplos benefícios recebidos, em segundo movimento desejo valorizar a todos e todas que empenhados no passado, buscaram potencializar e dignificar mais ainda a vida de religiosos e religiosas, para em seguida valorizar com igual gratidão aos que hoje também engrandecem a CRB, Regional São Paulo, pela necessária partilha, fazendo-se presentes e atuantes, recolhendo frutos dessa experiência de fraternidade e vida.

Nosso presente é felizmente desafiador, exigindo prontidão, alegria e agilidade  visando o cumprimento das tarefas, atividades e funções para as quais esse representativo e importante organismo de comunhão foi lentamente gerado; queremos que esse momento a nós confiado pela divina Providência de Deus, seja igualmente comprometedor e produtivo expressando a criatividade  da presença de religiosas e religiosos na Igreja, bem como a continuidade  da necessária renovação de estruturas que permita um futuro mais leve igualitário e responsável pelas novas gerações que germinam na ação do Espírito.

O encontro de hoje se estabelece como um evento intermediário de imenso valor. No passado mês de fevereiro, já realizamos um importante momento de grande organização desse regional, com apresentação e avaliação das contas, as eleições etc., ampliaremos tais informações com o encontro de hoje, estabelecendo os compromissos que devem orientar o Regional, bem como prosseguir nossa agenda sob a orientação da Diretoria Nacional.

Recordo o encontro para a celebração da Vida Religiosa Consagrada que ocorrerá na Catedral da Sé, Próxima quarta, dia 19 a partir das 14h: 00min com D. João Aviz e o Cardeal Odilo que brevemente estará entre nós, e D. Júlio, ainda nessa tarde.

Para finalizar gostaria de solicitar uma passada rápida pela agenda de importantes eventos do futuro imediato que certamente é do interesse de todas (os), olhar na última página do Cronograma de hoje, e que desde já sintamo-nos convocados (as) para o grande encerramento desse especial Ano da Vida Consagrada, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, dos Salesianos, perto do Metrô Tiradentes, as 15h00min dia dois de fevereiro de 2016.  Tendo visualizado todos os elementos iniciais, declaro aberta nossa 51º assembleia ordinária.

Pe. Rubens Pedro Cabral, omi Coordenador  em 15/08/2015.